terça-feira, 8 de novembro de 2022

Sistema Nacional de Educação

 

Demarval Saviani começa seu artigo sobre o tema classificando os sistemas educacionais como “resultado da educação sistematizada”. Essa sistematização, porém, aparece como algo mais simplório do que o real conceito de sistema propõe. Isso porque a ideia de sistema passou a ser comercializada por diferentes empresas do ramo educacional como uma espécie de “identidade”, uma identificação do método adotado e/ou desenvolvido. Ao contrário desse critério, Saviani aponta o conceito de sistema como “unidade da diversidade, um todo que articula uma variedade de elementos que, ao se integrarem ao todo, nem por isso perdem a própria identidade” (SAVIANI).

TRAJETÓRIA HISTÓRICA DA ESCOLARIZAÇÃO NO BRASIL

 TRAJETÓRIA HISTÓRICA DA ESCOLARIZAÇÃO NO BRASIL

Perguntas e respostas sobre os CONSELHOS ESCOLARES

 1) O que faz o CONSELHO DE ESCOLA na escola?

O conselho de escola serve para desburocratizar a relação entre poder público e sociedade, auxiliando a escola a resolver questões pedagógicas, tomando o estudante como foco do processo. Na prática, funciona como o órgão mais importante para a tomada de decisões coletivas, composto por alunos, professores, pais ou responsáveis, funcionários, pedagogos, diretores e comunidade externa. A atuação do conselho é prevista por Lei, presente no Artigo 14 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional:

“Art. 14. Os sistemas de ensino definirão as normas da gestão democrática do ensino público na Educação Básica, de acordo com as suas peculiaridades e conforme os seguintes princípios:

I – participação dos profissionais da Educação na elaboração do projeto pedagógico da escola;

II – participação das comunidades escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes.”

Contribuições da Psicogênese para o aprimoramento dos métodos de avaliação

             São inúmeras as contribuições da Psicogênese para o aprimoramento dos métodos de avaliação aplicados nas escolas brasileiras. Algumas delas, vão de ideias bastante simples, mas que não podem ser ignoradas quando o assunto é alfabetização e letramento.